Mãos

Vemos a beleza das flores,
Quando as tocamos com a mão.
Podemos alcançar o mundo,
Quando assim desejar o coração.

Mãos que criam coisas,
Toda hora, sem parar.
Mãos que não se cansam,
Que sabem enxergar.

Mãos que leem e escrevem,
Que buscam o conhecimento.
Mãos que falam tudo,
Que expressam o pensamento.

Mãos que tornam real,
O Fruto da imaginação.
Mãos que executam tarefas,
Que nos mostram a direção.

Mãos que guiam a vida,
Que dão sentido ao viver.
Mãos que são os olhos,
De quem não pode ver.

Autor: Leandro Santos de Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *