Poemas Famosos

Seguem alguns poemas de nossa literatura brasileira.
São poemas de várias épocas e de diferentes autores, proporcionando-nos uma viagem pela poesia brasileira de todos os tempos.

Cecília Meireles – Canção

Pus o meu sonho num navio e o navio em cima do mar; depois, abri o mar com as mãos, para o meu sonho naufragar Minhas mãos ainda estão molhadas do azul das ondas entreabertas, e a cor que escorre … Continue lendo

Postado em Poemas Famosos, Sem categoria | Tagged , , , | Deixe um comentário

Gregório de Matos – A Jesus Cristo nosso Salvador

Pequei, Senhor, mas não porque hei pecado Da vossa piedade me despido, Porque quanto mais tenho delinqüido, Vos tenho a perdoar mais empenhado. Se basta a vos irar tanto um pecado, A abrandar-vos sobeja um só gemido: Que a mesma … Continue lendo

Postado em Poemas Famosos, Sem categoria | Tagged , , , | Deixe um comentário

Cruz e Sousa – Ironia de lágrimas

Junto da morte é que floresce a vida! Andamos rindo junto a sepultura. A boca aberta, escancarada, escura Da cova é como flor apodrecida. A Morte lembra a estranha Margarida Do nosso corpo, Fausto sem ventura… Ela anda em torno … Continue lendo

Postado em Poemas Famosos, Sem categoria | Tagged , , , | Deixe um comentário

Vinícius de Moraes – Soneto do Maior Amor

Maior amor nem mais estranho existe Que o meu, que não sossega a coisa amada E quando a sente alegre, fica triste E se a vê descontente, dá risada. E que só fica em paz se lhe resiste O amado … Continue lendo

Postado em Poemas Famosos, Sem categoria | Tagged , , , | Deixe um comentário

Cruz e Sousa – Velho

Estás morto, estás velho, estás cansado! Como um suco de lágrimas pungidas Ei-las, as rugas, as indefinidas Noites do ser vencido e fatigado. Envolve-te o crepúsculo gelado Que vai soturno amortalhando as vidas Ante o repouso em músicas gemidas No … Continue lendo

Postado em Poemas Famosos, Sem categoria | Tagged , , , | Deixe um comentário

Cecília Meireles – Marcha

As ordens da madrugada romperam por sobre os montes: nosso caminho se alarga sem campos verdes nem fontes. Apenas o sol redondo e alguma esmola de vento quebram as formas do sono com a idéia do movimento. Vamos a passo … Continue lendo

Postado em Poemas Famosos, Sem categoria | Tagged , , , | Deixe um comentário

Gregório de Matos – Buscando o Cristo crucificado

A vós correndo vou, braços sagrados, Nessa cruz sacrossanta descobertos, Que, para receber-me, estais abertos, E, por não castigar-me, estais cravados. A vós, divinos olhos, eclipsados De tanto sangue e lágrimas cobertos, Pois, para perdoar-me, estais despertos, E, por não … Continue lendo

Postado em Poemas Famosos, Sem categoria | Tagged , , , | Deixe um comentário

Cruz e Souza – A Morte

Oh! que doce tristeza e que ternura No olhar ansioso, aflito dos que morrem… De que âncoras profundas se socorrem Os que penetram nessa noite escura! Da vida aos frios véus da sepultura Vagos momentos trêmulos decorrem… E dos olhos … Continue lendo

Postado em Poemas Famosos, Sem categoria | Tagged , , , | Deixe um comentário

Cecília Meireles – Reinvenção

A vida só é possível reinventada. Anda o sol pelas campinas e passeia a mão dourada pelas águas, pelas folhas… Ah! tudo bolhas que vem de fundas piscinas de ilusionismo… — mais nada. Mas a vida, a vida, a vida, … Continue lendo

Postado em Poemas Famosos, Sem categoria | Tagged , , , | Deixe um comentário

Gregório de Matos – Define a sua cidade

De dois ff se compõe esta cidade a meu ver: um furtar, outro foder. Recopilou-se o direito, e quem o recopilou com dous ff o explicou por estar feito, e bem feito: por bem digesto, e colheito só com dous … Continue lendo

Postado em Poemas Famosos | Tagged , , , | Deixe um comentário