Assim diz o SENHOR Deus de Israel: Escreve num livro todas as palavras que te tenho falado. Jeremias 30.2

Meus Versos

Como o vento que sopra forte,
Arrastando as folhas do chão.
Que meus versos levem embora,
De nossas vidas a solidão.

Como um raio de sol,
No despertar de um novo dia.
Que meus versos sejam de paz,
A quem não tem mais alegria.

Como as águas de um rio,
Rolando sobre o seu leito.
Lá se vão estes meus versos,
Para quem não é perfeito.

Como a terra fértil,
Que faz brotar a semente.
Que meus versos brotem o amor,
Que está morrendo lentamente.

Como a letra da canção,
Sem acompanhamento da melodia.
Estes meus versos rimados,
Transformaram-se em poesia.

Autor: Leandro Santos de Souza

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.